domingo, 24 de agosto de 2014

Ver um pau grande e grosso saindo de dentro da mulher amada enquanto ela senta e rebola sobre ele e, a cada entrada, ver a bocetinha apertada dela se abrir para abrigar todo o volume. não tem preço!!!!!!!!!!
 
 
 
 
 

domingo, 10 de agosto de 2014

Costumamos viajar muito, e em uma das nossas viagens de SP para a capital, há uns sete anos atrás, abusamos, ela estava com um mini vestido e mostrava aquelas pernas lisinhas, roliças e lindas. Com sede paramos em um restaurante de beira de estrada freqüentados por caminhoneiros, solicitei que ela tirasse a calcinha e entrasse no restaurante e comprasse algo pra tomarmos, ela imediatamente o fez, e ao voltar pro carro, pus a mão na sua buceta que estava ensopada, e aí vi que ela gostava de sexo e muito perigo, então seguimos caminho, e pedi então pra que tirasse o sutian e o resto, e ela o fez, e a cada caminhão que cruzávamos ou que ultrapassávamos ela se exibia, os motoristas que viam, piscavam os faróis, buzinava, eu de pau duro, e ela ensopada e com muito tesão, e loucos de tesão, já não agüentando mais, vimos uma placa de um motel a 5 km, e tínhamos que sair da estrada principal e entrar em uma estrada de terra, parei o carro, então pra minha surpresa ela desceu peladinha do carro, o azar foi que naquele momento nenhum carro passava, estava com muito tesão, e como costumo dizer a ela, que quando está com tesão, ela perde a vergonha e fica muito puta, pedi que entrasse no carro e seguimos por uma estradinha de terra até chegar ao motel, ela chupava meu pau como nunca, ao chegar percebi que o portão era fechado por fora, e pedi que ela descesse do carro pelada que o porteiro iria fechar o portão e a veria nua, ela mais que depressa desceu, e pelo retrovisor vi o porteiro olhando pra ela meio que assustado com aquele mulherão totalmente sem roupa a sua frente, ela se encaminhou pra porta do quarto e a porta estava trancada, o que significava que alguém abriria, desci do carro também nu e louco de tesão a abracei e disse ao seu ouvido que assim que a porta abrisse que ela entrasse e caísse na cama, e assim ela o fez, o porteiro abriu a porta e ela entrou, passou nua perto dele, louquinha pra dar, e deitou-se na cama de bruços e abriu as pernas, deixando aquela buceta maravilhosa à vista do porteiro, e então entrei e pude ver a cara de satisfação que o porteiro estava, e ao me ver ele saiu e fechou a porta, transamos como nunca, e a minha esposa me perguntava o porquê que ele não havia ficado, que seria uma festa maravilhosa a três, e transamos feito loucos, foi maravilhoso. Até hoje fantasiamos esta presença, pois a minha esposa ainda continua sendo uma puta delicosa e safada .